A Pernambuco Participações e Investimentos S/A (Perpart), criada pela Lei N.º 11.314, de 29 de dezembro de  1995, teve inicialmente como finalidade a geração de recursos para alocação em investimentos públicos. Com alteração em seu objeto, firmado pela Lei N.º 11.671, de 27 de setembro de 1999, a Perpart acumulou em seus objetivos a administração dos créditos, direitos e obrigações decorrentes da incorporação de outras empresas públicas e sociedades de economia mista de que o Estado detenha o controle acionário.

A Perpart é a sucessora de sete empresas. De forma que os bens, direitos e obrigações acumulados estão sob sua responsabilidade. Foram sucedidas pela Perpart: a Companhia de Habitação Popular do Estado de Pernambuco (Cohab-PE), a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Pernambuco (Emater-PE), a Empresa de Abastecimento e Extensão Rural do Estado de Pernambuco(Ebape); a Companhia Pernambucana do Meio Ambiente (CPRH), a Empresa de Fomento da Informática do Estado de Pernambuco (Fisepe); a Companhia de Abastecimento e Armazéns Gerais do Estado de Pernambuco (Ceagepe); e a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).

A Perpart, antes alocada na estrutura da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), passou a integrar a estrutura da Secretaria da Casa Civil, a partir da Lei n° 16.683, de 01 de novembro de 2019.

Assim, a Perpart passou a contemplar a atribuição de participar das reformas do Estado. Papel ao qual tem se dedicado de forma efetiva ao longo dos últimos anos.

Acesse aqui a Lei N.º 11.314

Acesse aqui a Lei N.º 11.671

Acesse aqui a Lei N.º 16.683